Já deu. Já basta. Todos os limites já foram ultrapassados e é preciso um posicionamento firme do estamento oficial, ou nossa democracia corre sério risco.

Há anos que uma junta de apoiadores do Presidente da República travestidos de “cidadãos do bem” pinta e borda pelas ruas do Brasil, agredindo as leis, transgredindo as normas sanitárias, descumprindo regras,… , enfim, desafiando o Estado.

É bem verdade que alguns desses “cidadãos” já foram presos e estão a responder processos. Mas parece que alguns outros ainda não aprenderam que numa democracia as normas, as regras, as leis precisam se respeitadas.

E como o respeito às leis é tarefa do Ministério Público, em particular, e da Justiça, de uma forma geral, está na hora de ambos imporem o respeito que aqueles arruaceiros.

Na manifestação do último sábado, como se não bastassem as faixas “INTERVENÇÃO MILITAR JÁ”, “GOLPE COM BOLSONARO NO PODER”, e um rosário de transgressões outras, promoveu-se um desrespeito inominável aos integrantes da Suprema Corte de Justiça do país, o STF, como se pode ver abaixo, no vídeo.

Em qualquer país civilizado isso seria o bastante para que medidas fossem tomadas para por um fim à barbárie ao civilismo.

Até quando o cidadão de bem do Brasil terá que conviver com essa turba de acéfalos?

 

 

 

* Fernando Caldeira