“Analisando pelo tom de cobrança feito por seu irmão ao Governador João Azevêdo à véspera de sua visita à Cajazeiras, diria que o deputado Jeová Campos não estará entre os membros da comitiva nesta quarta-feira (28).”

Foi o que nos revelou um repórter que acompanhou toda a entrevista de Marcos Campos, ex-candidato a prefeito de Cajazeiras pelo PSB e irmão de Jeová, agora há pouco no programa Frente a Frente da Rádio Mais FM, apresentado por Everton Pereira e com participação de Sales Fernandes.

Marquinhos, como é tratado na cidade, fez cobranças duras ao governo estadual por uma posição sobre a recuperação da Escola Estadual Manoel Mangueira, a assinatura da construção da Avenida Francisco Arcanjo de Albuquerque que ligará a João de Souza Maciel à BR-230 e ainda o anúncio de uma politica publica de geração de emprego e renda para os jovens de Cajazeiras.

“Tudo o que não cobrou enquanto aliado deste governo, desde 2018, o irmão de Jeová começou a cobrar agora, quando parece estar desembarcando do base governamental junto com seu irmão deputado”, revelou um analista político.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: REDAÇÃO