A Justiça Federal autorizou a Unifacisa a importar 15 mil doses de vacinas contra a covid- 19 para a imunização gratuita de colaboradores, professores e alunos da instituição.

Segundo o Chanceler da Unifacisa, Dalton Gadelha, a entrada da iniciativa privada na campanha de vacinação é um “complemento” ao governo federal que pode ajudar a reduzir os níveis de contágio e internação pela covid-19. Ele afirmou que algumas entidades já haviam entrado na Justiça e agora, com essa decisão, é a primeira vez que uma Instituição de Ensino no país consegue essa autorização, contribuindo assim com essa missão contra a doença.

Para a Reitora da Unifacisa, Gisele Gadelha, a decisão foi comemorada por todos, uma vez que, essa vacinação ajudará a reduzir os índices de contaminação da doença no país.

Mas apesar da autorização, há um enorme muro a ser ultrapassado: onde comprar vacina? Melhor é não festejar tal autorização que, em si, não representa muito. Afinal de contas o Brasil até agora só conseguiu adquirir duas vacinas (Coronavac e Pfizer/BioNtech) e, mesmo assim, a conta gotas.

A autorização de compra não é um passaporte para ter a vacina em curto espaço de tempo.

Caso consiga essa proeza, defenderei Dalton Gadelha para chanceler brasileiro!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fontes: REDAÇÃO + polemicaparaiba