Com o aumento no número de casos da Covid-19 e ocupação de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) na Paraíba, o secretário de Saúde do Estado, Geraldo Medeiros demonstrou preocupação com a situação, principalmente na primeira quinzena de março, quando serão sentidos os reflexos das aglomerações registradas durante o Carnaval.

“Estamos no pior momento da pandemia no Estado da Paraíba. Apesar de que em maio chegamos a 93% de ocupação dos leitos de UTIs adulto, hoje nós temos na Grande João Pessoa 84%, no Sertão 88%. Mas temos dois elementos que estão contribuindo e contribuirão para o aumento que são as variantes P1 e P2, que já estão em circulação no estado e o outro, que é o reflexo do Carnaval na primeira quinzena de março”, afirmou.

Em entrevista coletiva nesta segunda-feira (22), o governador João Azevêdo (Cidadania) e o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (Progressistas) adiantaram algumas medidas que deverão ser adotadas para conter o avanço da Covid-19. Entre elas estão o adiamento do retorno das aulas presencias, fechamento de igrejas por 15 dias e fechamento da orla marítima da Capital.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fontes: REDAÇÃO + paraibaja