Em virtude do dia do servidor público nesta quarta-feira, a Polícia Federal adiou os depoimentos da ex-secretária municipal de desenvolvimento humano, vereadora e novamente candidata, Léa Silva Santos, do ex-secretário municipal de saúde, Henry Witchel, e da ex-prefeita de Cajazeiras e novamente candidata, Denise Oliveira, que aconteceriam hoje, dia 28.

Como o fato gerou muitos comentários na cidade em plena época eleitoral, ambas, Léa e Denise, decidiram postar em suas redes sociais manifestações públicas de campanha, fazendo questão de pontuar que elas aconteciam no dia 28 (dia do depoimento adiado), o que para muitos soou como deboche à Justiça e à Polícia Federal.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fontes: REDAÇÃO