A Polícia Federal da Paraíba ainda não confirmou à reportagem se os depoimentos da ex-prefeita de Cajazeiras e novamente candidata Denise Oliveira(Cidadania) e alguns de seus ex-secretários/assessores aconteceram na manhã de hoje (terça-feira) ou foram adiados.

O que o Setor de Comunicação da PF confirmou é que, em virtude de amanhã (28) ser dia do servidor público, esses depoimentos não mais seriam nesta quarta-feira, como anteriormente agendado através de intimação (documento).

 

 

 

SAIBA MAIS

Como o noticiaspb havia antecipado, a Polícia Federal esteve realmente nesta terça-feira (20) em Cajazeiras.

A confirmação é da Chefe do Setor de Comunicação Social da Superintendência da Polícia Federal na Paraíba, Josena Pereira de Almeida que, em contato com este site, afirmou que “realmente a PF, esteve em Cajazeiras, pra cumprir algumas diligências.” (sic)

As diligências a que faz menção a Chefe da Comunicação Social da PF refere-se ao Ofício nº 0547/2020, de 19 de outubro deste ano, entregue ao prefeito Zé Aldemir para que o mesmo dê ciência à nove ex-secretários/servidores do município para que se apresentem em dia e hora estipulados (abaixo) na Delegacia da PF em Patos para serem ouvidos sós ou acompanhados de um advogado, e com máscaras.

 

 

Entre os intimados estão:

Josefa Vanóbia Ferreira da Nóbrega (Ex-Secretária de Finanças da gestão Denise Oliveira),

Joselito Feitosa de Lima (Ex-Secretário de Planejamento da gestão Denise Oliveira / atualmente assessor jurídico do candidato Marcos Campos-PSB),

Emídio Diniz Batista (Funcionário do setor de licitação da gestão Denise Oliveira),

Adams Ricardo Pereira de Abreu (Funcionário do setor de administração da gestão Carlos Antônio),

José Ferreira Sobrinho (Ex-Secretário de Finanças da gestão Carlos Antônio), entre outros.

A intimação é assinada pela escrivã da Polícia Federal, Márcia Leite Alexandre e marca para o dia 28 próximo, a partir das 09:00h, as oitivas de cada um dos intimados.

DENISE E LÉA

Pra quem imaginava que a ida da Polícia Federal em Cajazeiras na última terça-feira (20) restringia-se às intimações de nove ex-secretários, assessores e servidores municipais oriundos das gestões Carlos Antônio e Denise Oliveira, errou redondamente.,

Além dos nove nomes já divulgados, foram também intimados a depor a vereadora e ex-secretária Léa Silva Santos, o ex-secretário de saúde Henry Witchell e a própria ex-prefeita e candidata pela 3a vez, Denise Oliveira.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fontes: REDAÇÃO + pf