De acordo com o jornal Valor Econômico (SP), a cúpula nacional do partido Progressista avalia que não é o momento oportuno para o deputado paraibano Aguinaldo Ribeiro disputar a presidência da Câmara Federal – eleição dia 1º de fevereiro próximo.

A intenção partidária é viabilizar a indicação de Aguinaldo para que ele volte a ser ministro de Estado, cargo que exerceu no Governo Dilma Rousseff (Pasta das Cidades).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fontes: REDAÇÃO + paraibaonline