O desemprego teve alta de 11,6% no Brasil no trimestre encerrado em fevereiro, conforme dados divulgados nesta terça-feira (31) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado aponta que 12,3 milhões de pessoas estão desempregadas. O estudo indica que o aumento pela procura por emprego e por cortes de postos de trabalhos em setores da administração pública, da construção e de serviços domésticos influenciaram na alta do desemprego.

Por serem até fevereiro, os dados do IBGE deixam claro que a curva do desemprego pode ser maior, pois não levou em consideração o mês de março quando começaram as medidas restritivas e de isolamento por conta da pandemia do novo coronavírus.

O número de desempregados teve um aumento de 479 mil em comparação com o registro do trimestre encerrado em novembro de 2019. De acordo com o IBGE, o setor de construção foi o mais responsável pelo aumento do desemprego, com queda de 4,4% (301 mil pessoas), seguido da administração pública com queda de 2,3% (375 mil pessoas) e pelos serviços públicos, descida de 2,4% (156 mil pessoas).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fontes: REDAÇÃO + portaldoholanda