É incompreensível que representantes legislativos do povo de uma cidade se posicionem contra o time de futebol desta cidade.

Pelo que estou ciente, o septuagenário Atlético de Cajazeiras, este ano, além de disputar o Campeonato Paraibano de Futebol, vai disputar a Série D do Campeonato Brasileiro. Ora, qual o mal de uma Prefeitura contribuir com R$ 20 mil/mês para a paixão futebolística de um povo, de uma cidade?

Segundo eu soube, dois vereadores se abstiveram de votar um projeto de lei de autoria do Prefeito José Aldemir (PP), onde o executivo solicita permissão para poder dar essa contribuição. E muito embora o projeto tivesse sido aprovado por ampla maioria, ficou um sentimento de traição daqueles dois vereadores.

Tanto quanto o Xamegão, o Carnaval, o espetáculo da Paixão de Cristo e outras manifestações folclórico/culturais da cidade, o futebol também é cultura. Por que aqueles podem ter a participação financeira do poder público e este não poderia?

Ah, há um artigo na Lei Orgânica do Município de Cajazeiras (Constituição Municipal) que impediria tal contribuição a time profissional, estariam alegando aqueles edis.

Se é assim, por que não propuseram modificar tal artigo? A Câmara tem esse poder!

E se realmente é assim, porque ambos não votaram contra tal proposição que, na ótica deles, atentava contra a Lei Orgânica?

Não fizeram nem uma nem outra. Nem propuseram alterar a LO nem votaram contra o projeto. Se abstiveram de votar, embora estivessem presentes. Ou seja: tais vereadores deixaram claro que se posicionaram daquela forma por questões meramente políticas. Praticaram a conhecida máxima “o que é bom para o governo não é bom para a oposição!”

Esqueceram Vossas Excelências que acima dos seus interesses politiqueiros está uma instituição de 70 anos, amada pelo povo cajazeirense, o Trovão Azul do Sertão.

Lembrem-se os senhores que nós passaremos, o Atlético permanece.

Apesar de alguns!

TI TI TI`S

. O candidato da oposição em Cajazeiras já foi o médico Carlos Filho, já foi Denise Oliveira, e agora já se fala no nome do deputado Júnior Araújo. “É o único que pode unir as oposições”, disse Carlinhos numa entrevista recente;

. Lá atrás, há mais de ano, esta coluna já avisava que o nome de Jr. Araújo seria o definido para candidato da oposição;

. O assessor jurídico da Câmara Municipal de Cajazeiras postou mensagem nas redes sociais após a votação do projeto que autoriza apoio financeiro ao Atlético de Cajazeiras, nos seguintes termos: “Parabéns Rivelino Martins por ter honrado o juramento feito no ato de investidura no cargo.” Ou seja, todos os demais vereadores de Cajazeiras não honram o juramento que fizeram. Segundo o Dr. Sílvio Nogueira;

. E os vazamentos das delações na Operação Calvário seguem fazendo vítimas por toda Paraíba;

. Domingo (19) tem DEBATES POPULARES no Trem das Onze.

 

 

 

  • Fernando Caldeira