O governador João Azevêdo entregou, neste sábado (19), no município de Cabedelo, a reforma e ampliação do Teatro Santa Catarina, nas quais foram investidos aproximadamente R$ 5 milhões – 80% destes recursos foram aplicados este ano, com a realização da maior parte dos serviços. O equipamento cultural que volta ao circuito produtivo do Estado passou pela primeira grande intervenção desde a sua fundação, em 1987. O local ganhou mais conforto e teve sua estrutura inicial parcialmente mantida.

A solenidade foi marcada pela encenação do espetáculo ‘Alegria de náufragos’, do grupo Ser Tão Teatro, pela apresentação do grupo Tambores do Forte e por uma homenagem ao grupo de Teatro Experimental de Cabedelo (Teca), criado no final da década de 1970 e principal responsável pela reivindicação da construção do espaço (que foi construído na década de 1980).

Na ocasião, o chefe do Executivo estadual ressaltou a simbologia da obra para o fortalecimento da cultura de Cabedelo. “É uma imensa alegria estar aqui. Cabedelo sempre teve um movimento cultural muito forte e é importante termos um espaço que nos orgulha e aumenta a nossa autoestima. Além disso, esse será um ambiente de formação que será utilizado para oficinas que serão ministradas o tempo todo, o que é essencial para a consolidação das atividades culturais”, frisou.

A presidente da Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc), Nézia Gomes, afirmou que a retomada das atividades no Teatro Santa Catarina permitirá uma transformação da cidade por meio da cultura. “O Governo do Estado dá um passo muito importante em um momento que vemos muitos ataques à cultura, e a gestão faz diferente ao abrir mais uma Casa que vai trazer arte para o povo de Cabedelo. O teatro, que estava fechado para reforma, hoje volta para a cidade para ser um lugar em que a arte e a cultura estarão presentes no palco”, falou.

O deputado estadual Felipe Leitão destacou que a reforma do teatro irá garantir o resgate cultural na cidade. “Hoje, Cabedelo está em festa porque tem um espaço digno e que permitirá aos jovens e crianças a participação em oficinas culturais. As ações do Governo do Estado asseguram progresso e desenvolvimento para o município, por isso o povo cabedelense está orgulhoso”, pontuou.

O prefeito de Cabedelo, Vitor Hugo Castelliano, agradeceu o investimento da gestão estadual na cidade. “Essa obra é grandiosa e temos um equipamento maravilhoso e moderno, que vai movimentar a nossa cultura. Estou muito feliz e agradeço ao governador por entregar o Teatro Santa Catarina, que vai trazer muita coisa boa para o nosso município”, ressaltou.

O ator da peça ‘Alegria de náufragos’, Thardelly Lima, afirmou que o novo espaço incluirá Cabedelo no circuito artístico nacional. “Nós já ficamos muito felizes pelo fato de ser entregue mais um teatro na Paraíba e quando soubemos que iríamos fazer essa apresentação, ficamos duplamente alegres porque esse espaço vai trazer um benefício muito maior para Cabedelo porque aqui tem grupos de teatro que saíram do cenário e terão a oportunidade de ressurgir”, avaliou.

Viúva do teatrólogo e fundador do grupo Teca, Altimar Pimentel, Cleide Rocha comemorou o novo momento da cultura da cidade. “É uma hora de muita emoção e de reconhecimento ao povo de Cabedelo. Esse teatro foi criado a partir de um sonho e da vontade de fazer a cultura local. Em 1987 houve a concretização de um sonho e hoje, com esta reforma, esse sonho foi reforçado e quem ganha é a nossa população”, disse.

O comerciário Rafael Frazão levou toda a família para prestigiar a entrega da reforma do Teatro Santa Catarina. “É um sonho realizado, vi esse teatro abandonado por muito tempo e a cultura sendo apagada, e um investimento como esse é de suma importância porque os valores da nossa terra serão resgatados. Eu trouxe o meu filho para estimular nele o gosto pela cultura porque ela precisa transcender”, opinou.

O autônomo Sérgio Ferreira elogiou a qualidade da obra. “O lugar ficou espaçoso, aconchegante, iluminado e com uma estrutura reforçada e cabe a nós cultivar esse espaço e a cultura”, falou.

Os ambientes contemplados com a reforma são: hall de entrada, bilheteria, circulação horizontal e vertical, plateia que passa a ter a capacidade para 138 lugares, banheiros, palco, cabine de som e iluminação, sala de apoio, diretoria, camarote com 30 lugares, área técnica e um painel artístico do artista plástico Clóvis Júnior. Além disso, foram construídos banheiros acessíveis masculino e feminino e camarins masculino e feminino com banheiros acessíveis. Na parte anexa ao teatro, foram construídos um refeitório e uma cozinha/copa.

A solenidade foi prestigiada pela primeira-dama Ana Maria Lins, deputados estaduais, vereadores, auxiliares do Governo da Paraíba e artistas locais.

Fontes: secom + REDAÇÃO