O deputado estadual e líder do governo na Assembleia Legislativa da Paraíba, Ricardo Barbosa (PSB), disse, durante entrevista na manhã desta terça-feira (10), que o governador do Estado, João Azevêdo, pode de fato deixar o Partido Socialista Brasileiro (PSB).

Segundo o parlamentar, “não tem clima para João continuar no PSB” e existem vetores para essa crise do partido, responsabilizando as deputadas Cida Ramos e Estela Bezerra.

“Vamos responsabilizar Cida Ramos e Estela Bezerra que foram quem trouxeram esse assunto à baila. Se estavam sendo ventrilocas de alguém, aí tem que ter a responsabilidade de assumir esse gesto. Essa discussão, eu dizia aqui na manifestação delas, que era, inócua, inoportuna. Cheguei a dizer isso e elas se exasperaram com o meu comentário, quando eu disse que elas haviam perdido a oportunidade de ficarem caladas naquela questão e desancaram criticas a minha fala. Mas tá aí, a história provando quem estava errado e quem estava certo”, disparou.

Possível debandada

O parlamentar externou ainda que a decisão do Diretório Nacional em criar uma Comissão Provisória pode resultar em uma debandada dentro da legenda no Estado.

“O partido vai ter que tomar uma decisão. Se a direção mantiver essa, vai terminar errado. O partido irá encolher muito. Esse que é o maior do estado, com quase 100 prefeitos, 8 deputados estaduais, um senador, está se esvairindo e sangrando quem protagonizou isso tem que ser responsabilizado”, concluiu.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fontes: wscom + REDAÇÃO