Leto Viana 1

A gestão do prefeito Leto Viana em Cabedelo tem chamado atenção, desta vez, pelo número de contratações justificadas como “excepcional interesse público”. De acordo com os dados apresentados, o número de comissionados aumentou cerca de 115% entre os meses de fevereiro e abril deste ano.

As informações foram publicadas pelo site FatosPB com dados do Sistema de Acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade (Sagres) do Tribunal de Contas do estado da Paraíba (TCE-PB). De acordo com o sistema, Leto teria pago mais de R$ 358 mil a 350 servidores ditos como ‘excepcionais’. Em março, o número de contratações sob a mesma justificativa quase dobrou e chegou a 657 servidores, o que elevou o custo para mais de R$ 745 mil. Em abril o valor atingiu a quase R$ 800 mil para pagar 752 servidores.

Auxiliar de Serviços e Auxiliar de Sala foram os cargos com maiores contratações somando 383 e 219, respectivamente. A função de Cuidador também chama atenção pelo número de contratações. Foram 17 em fevereiro, 80 em março e 125 em abril. Na relação, ainda aparecem contratações como ‘excepcional interesse público’ profissionais como advogado, auxiliar administrativo, auxiliar de cozinha, cozinheira, eletricista, jornalista, pedreiro, entre outros.

Clique na imagem para ampliá-la 

Sagres 1

Sagres 2

Sagres 3

Sagres 4

 

Fontes: pbagora + REDAÇÃO