Aderson Graciano

Vitimado por um infarto, morreu na noite desta segunda-feira (09), o professor aposentado da UFCG, Aderson Graciano de Oliveira. Ele estava internado na UTI do Hospital Laureano, em João Pessoa (PB), em estado grave e por volta por volta das 23h desta segunda teve um infarto e morreu.

O professor vinha lutando contra um câncer de próstata. Na semana passada foi levado ao hospital Napoleão Laureano em estado grave de saúde onde teve que ser internado na UTI e não resistiu a gravidade da doença.

O velório está acontece a partir das 8:00h na central de velório Morada da Paz, na Capital. O sepultamento será às 16:00 no cemitério no bairro do Cristo Redentor.

O professor é natural da cidade de Santa Luzia (PB), mas teve grande parte de sua vida dedicada ao magistério. Foi professor da UFCG, campus de em Cajazeiras. Integrou a primeira turma do Seminário Nossa Senhora da Assunção. Depois, foi para Fortaleza, onde conquistou sua formação superior. Cursou Filosofia no Seminário Maior da Prainha, em Fortaleza, licenciou-se em Letras Vernáculas, pela Universidade Federal do Ceará, e fez especialização em Língua Portuguesa.

No exterior, Aderson conseguiu conquistas importantes na sua formação acadêmica. Fez Curso de Férias na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, em Portugal, Curso de Língua e Civilização Francesa na Université de Poitier, na França, e Curso de Língua Alemã na Universidade de Bochum em Colónia, na Alemanha.

Aderson também foi aguerrido militante político e fez parte do diretório do PMDB de Cajazeiras, escritor e autor do Livro “Olhares de um Caboré” também foi um dos percussores do grupo de Escoteiros da Terra do Padre Rolim.

Ele também era escritor. Seu último lançamento foi “Olhares de um Caboré” que é um apanhado de poesias, crônicas, provérbios e memórias iconográficas. Trata-se uma viagem histórica pelo interior do Estado da Paraíba, baseada nas memórias do próprio autor e relatada em 175 páginas de um trabalho conciso, porém, rico de conhecimento.

A obra foi editada pela Mídia Gráfica e Editora Ltda e teve o apoio da API, da Secretaria de Educação do Município de Nazarezinho (PB) e da Prefeitura Municipal de Riachão (PB).

Fonte: paraibanoticia + Redação